São Bernardo do Campo/BR
O município de São Bernardo do Campo nasceu na Borda do Campo, mesma região onde existiu a histórica`Villa´ de Santo André da Borda do Campo ( 1550 – 1560 ). Sendo a região local de passagem para aqueles que do Planalto se dirigiam ao Porto de Santos, em especial as “tropas” carregando mercadorias e que aqui faziam pouso, começa a se desenvolver na fazenda dos Monges Beneditinos, ao redor de uma capela por eles construída em 1717, um povoado, as margens dos Ribeirão dos Meninos, região do atual Bairro Rudge Ramos ( no local onde hoje está instalado o Carrefour Vergueiro ).
Pelos primitivos e novos caminhos, pelas velhas fazendas, registram-se a presença do português desbravador, do índio e do negro escravo.Tendo-se formado e crescido em terras particulares dos Beneditinos, o povoado não pode ser oficializado, sendo por isso transferido para outro trecho do velho Caminho do Mar, onde está hoje a Igreja Matriz ( Largo da Matriz, na rua Marechal Deodoro ); esta transferência do povoado ocorreu em princípios do século XIX. Ali, em 1812, de subúrbio da Capital o povoado foi elevado à categoria de Freguesia.
Em 1877 é instalado, nas terras desapropriadas da fazenda dos Beneditinos, o Núcleo Colonial de São Bernardo, que vai dar nova vida a `Villa´. Constituiu-se 15 linhas coloniais que posteriormente originaram os atuais bairros de São Bernardo do Campo.
A presença do imigrante, majoritariamente italiano, e predominante nesse fim de século XIX e início do século XX, contribuindo para ampliar a miscigenação. O cultivo da terra e intensificado. Planta-se, colhe-se, fabrica-se, produz-se... Os campos vão sendo devastados, as matas derrubadas, as estradas alargadas, ruas corrigidas e calçadas, as vilas edificadas e casas construídas.Ao final do século, por lei provincial de 12 de março de 1889, a Freguesia foi elevada a Município, cuja instalação ocorreu em maio de 1890. O Município compreendia, então, praticamente todo o território do atual ABC.

O nome – São Bernardo – deve-se a denominação da fazenda dos Monges Beneditinos, onde havia uma capela dedicada ao Santo, ao redor da qual surgiu o primitivo povoado de 1717. Com a exploração da madeira, as serrarias aparecem, registrando a tendência industrial da “Villa”. Desenvolve-se a indústria moveleira ao lado da têxtil. Na década de 20, com a construção da Represa Billings, alguns núcleos coloniais de imigrantes italianos formados no século XIX, são atingidos por suas águas.
Os caminhos se proliferam, não só como passagem, mas como expansão do processo de urbanização. Os bairros vão se formando e desdobrando em pequenas vilas e novos bairros. O espaço do povoado se transforma na paisagem da Cidade
.

Turismo / Lazer
Zoológico do Parque Municipal Estoril

O Zôo de São Bernardo do Campo foi inaugurado em 05 de outubro de 1985 e além da visitação tem objetivos como o estudo e a reprodução de animais selvagens e educação ambiental. Hoje conta com mais de 64 espécies de répteis, aves e mamíferos, todos pertencentes à fauna brasileira.

O Zôo do Parque Estoril é sem dúvida referência, prova disso foi o resultado da vistoria realizada em dezembro do ano passado pelo IBAMA, na qual o órgão parabenizou a administração municipal pelas excelentes condições do Zôo.

A visita fez parte de um programa de 43 vistorias, que tem como objetivo avaliar os registros dos animais e dados específicos como tamanho dos recintos, abrigos, veterinário, segurança, controle de nascimento, alimentação, etc. No relatório de São Bernardo vários pontos foram destaque, entre eles o rigoroso controle higiênico, ornamentação, entre outros.

Além disso, o Zôo possui museu para visitas monitoradas, biblioteca para uso interno, ambulatório e cozinha. São 300 animais e entre eles espécies raras e em risco de extinção, que no Parque Estoril vem sendo reproduzidos em cativeiro, dentre as quais destaca-se o Lobo Guará, o Papagaio de Peito Roxo, a Jaguatirica e o Cachorro vinagre. Esses animais quando reproduzidos em cativeiro normalmente morrem nos primeiros dias de vida, conseqüência do abandono da mãe. No Parque Estoril, a história tem sido diferente.

Além do trabalho com os animais o parque realiza palestras e passeios que ensinam a preservar a Mata Atlântica.


Outros lugares e atrações no site:
http://www.saobernardo.sp.gov.br